História

O início das atividades da Embaré aconteceu em 15 de maio de 1935, na cidade de Taubaté – interior de São Paulo, com a razão social de Inglez de Souza Filho & Cia Ltda. Na época a produção e comercialização eram apenas de doce de leite, geleias, doces de frutas e sopas de legumes.

Em 1948, em Lagoa da Prata, um grupo de pecuaristas se uniu e constituiu a Laticínios Lagoa da Prata Ltda, a princípio para a produção de manteiga. Mais tarde vieram a fabricar também o leite em pó para outras indústrias alimentícias, enquanto a manteiga, sob a marca Camponesa, conquistava consumidores diretos no norte e nordeste do país.

Na década de 60, os atuais controladores da Embaré compraram a Laticínios Lagoa da Prata S/A e em 1963 a Produtos Alimentícios Embaré. A fusão das duas empresas ocorreu em 1969 sob a denominação Embaré Indústrias Alimentícias S.A

Em 1973 as operações industriais foram unificadas e transferidas para Lagoa da Prata. Neste período ocorreram investimentos em novas máquinas e ampliação dos setores de doces e laticínios. Os sócios transformaram a Embaré em um moderno parque fabril de doces, caramelos, leite em pó e manteiga. E para garantir o volume necessário de matéria-prima, foram construídos e adquiridos postos de recepção e resfriamento de leite.

A Embaré iniciou suas exportações em 1975, e os caramelos de leite conquistaram países dos cinco continentes.

Na década de 80, a Embaré firmou joint venture com a Kraft Inc., a maior empresa alimentícia americana. Com essa parceria a Embaré assimilou tecnologias de ponta e ganhou estrutura para ampliar sua participação de mercado. A operação perdurou por aproximados 5 anos.

Superando as dificuldades e seus limites nos anos 90, a Embaré continuou crescendo, e em 1994, iniciou um programa de expansão, investindo cerca de 6 milhões na modernização dos equipamentos do segmento de doces.

Em 2000, a empresa adquiriu novos equipamentos para fabricação de leite em pó, que permitiram processar 800 mil litros de leite/dia, tornando a Embaré o 9º produtor de laticínios do país.

Em 2002 a Embaré constituiu a Fundação Embaré, entidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, sediada na cidade de Lagoa da Prata. Inaugurou o Centro de Educação Infantil Arlette Antunes, instituição que recebe e assiste 90 crianças de 6 meses a 6 anos e 11 meses, pertencentes a comunidade local.

Em 2003 a Embaré conquista as certificações ISO 9001 e ISO 14001, Sistema de Gestão da Qualidade e Gestão Ambiental, respectivamente.

No ano de 2004 a Embaré passa a ocupar o sétimo lugar entre as maiores empresas do país na aquisição de leite para industrialização.

Em 2005 a Embaré completa 70 anos, e comemora a conclusão dos investimentos na sua fábrica com novas e modernas instalações, aumentando a capacidade de recepção de leite para 1.100.000 litros/dia. No mesmo ano inaugura o Centro Cultural Hilde Schmidt.

No ano de 2011, com investimento de 24 milhões, a Embaré entra no mercado de leites longa vida, apresentando o produto nas versões Integral, Semidesnatado e Desnatado. Algum tempo depois, a empresa amplia a linha de leites longa vida e lança as versões Integral, Semidesnatado e Desnatado versão Zero Lactose.

Em 2015, a empresa completa 80 anos de existência e com novos investimentos, amplia o seu parque fabril e aumenta sua capacidade de processamento para 2,4 milhões de leite/dia.

Em 2016, em substituição a ISO 9001, a Embaré conquista a certificação FSSC 22000, que garante a segurança alimentar de toda sua linha de produtos. A certificação tem reconhecimento mundial e é concedida a empresa que atendem todos os requisitos necessários para a produção dentro dos melhores padrões de qualidade e segurança. Atualmente, a Embaré é a única empresa nacional que possui a certificação FSSC 22000 de toda a linha produtiva no Brasil.